País

Violência contra as mulheres. Campanha apela à ajuda da denúncia de casos

30 mulheres assassinadas desde o início do ano. 

O Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres assinala-se esta quarta-feira. A data é assinalada por uma campanha que apela à ajuda de todos na denúncia dos crimes e apoio às vítimas.

Desde o início do ano, morreram 30 mulheres em Portugal, pelo menos metade vítimas de violência doméstica.

A pandemia agravou os crimes de violência doméstica, mas as denúncias diminuíram, uma vez que as vítimas ficaram confinadas com os agressores. Agora, com o aumentar das restrições, as previsões é que as denúncias voltem a diminuir.

A Rede Nacional de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica já acolheu 625 pessoas nesta segunda vaga da pandemia e fez cerca de 12.500 atendimentos.

  • "Não sabia como ia acordar. Estava muito assustada"

    Coronavírus

    Rita, Filipa e Andreia conviveram de perto com o coronavírus, cada uma com experiências diferentes. O marido de Andreia esteve internado duas semanas com covid-19 e a filha também esteve infetada, em junho do ano passado. A Rita, a Filipa e a família de ambas estiveram infetadas no último mês. Os sintomas foram ligeiros, mas as preocupações iam além disso. À SIC Notícias, falaram sobre os receios que sentiram e de como ultrapassaram os dias difíceis.

    Exclusivo Online

    Rita Rogado