País

Os vestidos que Maria Luísa faz para órfãos de Moçambique

Sérgio Campos

Sérgio Campos

Repórter de Imagem

Maria Luísa Batel, de 86 anos, começou durante o confinamento a costurar sozinha vestidos novos para crianças de um orfanato de Maputo.

Já fez e enviou 37 vestidos e 24 saias novas. Os vestidos, e mais 50 quilos de roupa nova, chegaram às mãos das crianças nos últimos dias de novembro e Maria Luísa Batel, pôde acompanhar o momento por videochamada.

Está a costurar, sozinha, outra remessa de vestidos para enviar. Os caixotes com os vestidos novos, a estrear, de Maria Luísa, vão ser transportados, de forma gratuita, pelas Linhas aéreas de Moçambique. A companhia comprometeu-se a facilitar o envio, todos os meses, de roupas novas para as crianças de Maputo.