País

Homem que burlou vítimas através do MBWay condenado a 4 anos de prisão  

É a primeira pena de cadeia em Portugal por crimes relativos à aplicação.  

Um homem que burlou vítimas através da aplicação MBWay foi condenado a 4 anos de prisão efetiva. É a primeira pena de cadeia em Portugal relacionada com este meio de pagamento.

As vítimas eram sempre vendedores de bens usados na internet e que não sabiam usar a aplicação de pagamentos MBWay. Fábio Farias, o líder do grupo, explicava passo a passo. As vítimas cumpriam e acabavam por cair numa emboscada ao transferir dinheiro para contas do grupo dos burlões, que depois o gastavam em telemóveis e viagens.

O grupo lucrou perto de 40 mil euros, entre 2018 e 2019. O processo tinha mais três arguidos, que foram condenados a penas de multa por terem contribuído para as burlas.

  • "Amal": a viagem de uma marioneta gigante carregada de esperança

    Mundo

    O projeto "The Walk" tem um lema: "Não se esqueçam de nós". Em conjunto com várias organizações culturais e humanitárias, o festival itinerante pretende reproduzir o percurso de uma criança refugiada síria em busca da sua mãe. Amal começou a sua jornada na Turquia e irá passar por oito países, num total de 8.000 quilómetros.

    Filipa Traqueia