País

Ação de fiscalização do teletrabalho detetou cerca de 200 irregularidades

Coimas para os infratores chegam aos 61.200 euros.

A Autoridade para as Condições do Trabalho detetou cerca de 200 situações irregulares em ações de fiscalização ao teletrabalho e ao desfasamento de horários.

As operações estão a decorrer em todo o país e têm como alvo as grandes empresas.

Esta manhã, os inspetores visitaram um centro de serviços na Maia.

As coimas para os infratores chegam aos 61.200 euros.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros