País

Sindicatos assinalam Dia Mundial da Saúde com protesto pela valorização da profissão

RODRIGO ANTUNES

CGTP sublinha a importância de canalizar verbas para reforçar o SNS.

Vários sindicatos da área da saúde juntaram-se, esta quarta-feira de manhã, para protestar em frente ao Ministério da Saúde. Exigem o reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a valorização dos trabalhadores.

Isabel Camarinha, da CGTP, esteve presente no protesto e explicou as razões que levaram a esta manifestação.

"Precisamos de mais trabalhadores, com vínculos efetivos, com carreiras e profissões valorizadas, com salários valorizados. Precisamos de mais equipamentos. Precisamos de garantir que não se responde só à epidemia, mas que se responde a todos os problemas e necessidades de saúde que temos no nosso país, e que não se canaliza para grandes grupos económicos do setor privado verbas que deviam era ser canalizadas precisamente para reforçar o SNS, que é o garante de que se cumpre o que está escrito na Constituição”, disse a sindicalista referindo-se ao direito a um serviço de saúde público que seja universal e gratuito.