País

Tolentino de Mendonça preside à peregrinação de maio no Santuário de Fátima

Lusa / Miguel A. Lopes

As três principais peregrinações internacionais aniversárias no Santuário de Fátima, em maio, agosto e outubro, vão ser presididas por três cardeais de diferentes países.

O cardeal Tolentino de Mendonça vai presidir, em maio, à primeira peregrinação internacional aniversária, em Fátima, sendo a primeira vez que celebra naquele Santuário desde que foi nomeado bispo e depois cardeal, foi este sábado anunciado.

Numa informação disponibilizada no seu sítio na internet, o santuário, no distrito de Santarém, explica que as três principais peregrinações internacionais aniversárias no Santuário de Fátima, em maio, agosto e outubro, vão ser presididas por três cardeais de diferentes países.

Segundo adianta, o cardeal português Tolentino de Mendonça presidirá à peregrinação de maio, enquanto a peregrinação de agosto será presidida pelo arcebispo e cardeal do Luxemburgo Jean-Claude Hollerich. Sérgio da Rocha, arcebispo de Salvador da Baia e primaz do Brasil, presidirá em outubro à peregrinação que celebra a sexta aparição.

Os três prelados foram feitos cardeais pelo papa Francisco e integram o grupo de cardeais eleitores mais novos num futuro Conclave.

A nota salienta que Tolentino de Mendonça "é uma das mais destacadas e proeminentes figuras da Igreja portuguesa" e que vai presidir pela primeira vez em Fátima, desde que foi nomeado bispo e depois cardeal. Tal ocorre em maio, na primeira grande peregrinação do ano, que "evoca a primeira aparição da Virgem em Fátima".

"Em agosto, na peregrinação que assinala a quarta aparição aos três videntes, nos Valinhos, também conhecida como a 'peregrinação dos emigrantes', presidirá o arcebispo do Luxemburgo", acrescenta a nota.

O cardeal Jean-Claude Hollerich, de 62 anos, preside atualmente à Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (Comece).

Foi aos 61 anos o primeiro luxemburguês a fazer parte do Colégio Cardinalício. Recebeu a notícia em Portugal, quando se encontrava de férias. Mantém com a comunidade portuguesa uma relação de grande proximidade.

Em outubro, estará em Fátima o cardeal Sérgio da Rocha, arcebispo de Salvador da Bahia e primaz do Brasil.

"O cardeal Brasileiro foi o convidado da Peregrinação de maio de 2020 mas devido à pandemia acabou por não se deslocar a Portugal", acrescenta a nota, explicando que Sérgio Da Rocha foi bispo auxiliar de Fortaleza e arcebispo de Teresina, tendo sido o quarto arcebispo metropolitano de Brasília.

As peregrinações aniversárias terão como tema o mote do ano pastoral: "Louvai o Senhor que levanta os fracos" e insere-se na dinâmica para os próximos três anos, período em que o santuário estará sintonizado com a preparação da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), prevista para 2023 em Lisboa.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros