País

Curso de Medicina da Universidade do Porto vai oferecer cadeira de poesia

O objetivo é levar os estudantes a explorar o lado humanista e melhorar a relação com os doentes.

O curso de Medicina da Universidade do Porto vai passar a incluir uma cadeira de poesia. A faculdade diz que o objetivo desta disciplina é desenvolver o lado humanistas dos futuros médicos.

A partir de setembro, a cadeira de Introdução à Poesia vai fazer parte do plano de estudos do mestrado integrado de Medicina do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), na Universidade do Porto.

Será uma disciplina opcional, que servirá para expandir o conhecimento dos estudantes porque, como dizia o próprio Abel Salazar, “o médico que só sabe de medicina, nem de medicina sabe”.

A cadeira vai ser lecionada por João Luís Barreto Guimarães, médico cirurgião e poeta. A poesia pretende ser uma ferramenta para destacar consciências e acrescentar a dimensão da empatia e da compaixão nos novos médicos. Conceitos que são necessários na relação com os doentes.

Coma a ajuda da poesia, os estudantes de medicina vão ser convidados a explorar o lado humanista para que, concluída a formação, consigam ouvir, mas sobretudo escutar.

A cadeira de Introdução à Poesia, com 30 vagas, destina-se aos alunos do primeiro semestre do segundo ano do curso de Medicina.