País

Associação SOS Rio Paiva quer limite de visitantes na ponte pedonal e Passadiços do Paiva

Violeta Santos Moura

Em causa está o aumento do turismo e a poluição.

A associação SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à recente ponte pedonal e aos Passadiços do Paiva, em Arouca.

Em causa está o aumento do turismo e a poluição.

Quer desta forma que se minimize a pressão no rio Paiva, de forma a melhorar a experiência de quem procura um turismo de natureza sustentável.

A organização ambiental lembra que o verão passado foi um dos mais negros no que diz respeito à poluição do Rio Paiva.

Ponte pedonal suspensa foi inaugurada em Arouca

O investimento, de 2,3 milhões de euros, quer ser uma aposta de Arouca no turismo de natureza. São 127 tabuleiros metálicos, amparados por mais de 250 cabos de aço e dois pilares de betão.

A engenharia e a arquitetura, únicas no mundo, ficaram a cargo de empresas nacionais.

Os bilhetes estão à venda online, dão acesso também aos oito quilómetros dos passadiços do Paiva e os preços variam entre 10 e 12 euros por pessoa.