País

Ministério da Educação integra mais de 2.400 professores nos quadros

Através do concurso externo.

Mais de 2.400 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através do concurso externo, informou esta quinta-feira a tutela.

No total, são 2.455 os docentes que reuniram as condições para vincular através da chamada "norma-travão", incluindo 31 docentes do ensino artístico especializado da música e da dança, segundo as listas publicadas na página da Direção-Geral da Administração Escolar.

"Movimentaram-se no concurso interno cerca de 12.500 docentes, em resultado das vagas abertas pela primeira vez e também pela libertação decorrente da movimentação interna", refere ainda o Ministério da Educação em comunicado.

Entre os concursos externo e interno, incluindo os do ensino artístico especializado da música e da dança, houve cerca de 72.000 candidatos.

Segundo a tutela, os docentes que ficaram de fora "mantêm-se para o concurso de contratação inicial, bem como para as sucessivas reservas de recrutamento, ao longo do ano letivo, devendo para isso manifestar preferências de 19 a 23 de julho através do Sistema Interativo de Gestão de Recursos Humanos da Educação (SIGRHE)".

Com a publicação das listas definitiva do concurso externo, inicia-se agora o período de aceitação da colocação e apresentação de recurso hierárquico.

"O ano letivo de 2021/2022 iniciar-se-á com o corpo docente mais estabilizado e com um sistema mais ajustado às necessidades permanentes determinadas pelas escolas", conclui o Ministério.

Este ano, o Governo aumentou o número de vagas para o concurso externo que permite a integração nos quadros de educadores de infância e docentes, elevando em mais de 200% os lugares disponibilizados no ano passado, que eram apenas 872, ampliando também o número de vagas apuradas para o concurso interno.

Veja também: