País

Centenas de inspetores do SEF em protesto em frente à Assembleia da República

Enquanto decorria a votação da proposta de lei que extingue este serviço.

Os inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) manifestarem-se esta sexta-feira em frente à Assembleia da República, enquanto decorria a votação da proposta de lei que extingue este serviço. Estão também a realizar uma greve de 24 horas que começou à meia-noite.

Enquanto dentro do Parlamento se discutia a proposta de lei que extingue o Serviço de Estrangeiros e Fonteiras, lá fora, em frente à Assembleia, centenas de trabalhadores manifestaram-se face a esta proposta. Os Inspetores do SEF estão contra a proposta que extingue o serviço e dizem que é uma proposta ignorante e mal feita.

A proposta de lei sugere a passagem dos serviços do SEF para outros órgãos policias, como é o caso da PSP, GNR e PJ. Por isso, os inspetores estão revoltados e dizem que esta proposta divide em parcelas informação, politiza o acesso a dados, militariza e criminaliza ainda mais a imigração.