País

Portugal sofreu 870 ataques informáticos por dia em junho

Canva

Ainda assim, as tentativas de ataques de rede desceram, quando comparadas com o mês anterior.

Os ataques de malware (software malicioso) em Portugal somaram 25.224 no mês de junho deste ano, correspondendo a um ritmo de 870 ataques por dia e 36 por hora, segundo estatísticas do WatchGuard Threat Lab, divulgadas esta quinta-feira.

Os números apurados pela equipa de investigação do WatchGuard Threat Lab e que foram publicados no site Threat Landscape indicam, no entanto, "uma descida", uma vez que em maio se registaram 34.933 ataques de malware (ou software malicioso, é um programa de computador destinado a infiltrar-se num sistema de computador alheio de forma ilícita, com o intuito de causar alguns danos, alterações ou roubo de informações), o que correspondeu a 1.164 ataques por dia e 49 por hora.

As tentativas de ataques de rede também desceram em junho para as 3.264 (quase 113 por dia), quando comparadas as 4.501 observadas no mês anterior.

Os investigadores apuraram também que, de entre os números apurados em junho, 36% corresponderam a "'malware' de dia zero" (desconhecido), enquanto os restantes 64% se referiram a ameaças conhecidas.

O WatchGuard Threat Lab é constituído por um grupo de investigadores de ameaças, que têm por missão descobrir e estudar as mais recentes ameaças de malware e ataques na internet.

A equipa do Threat Lab usa dados anónimos extraídos do Firebox Feed e recolhidos junto de um conjunto de dispositivos WatchGuard UTM ativos cujos proprietários optaram por partilhar esses dados para apoiar os esforços de investigação do Laboratório de Ameaças da empresa.

Atualmente, mais de 42 mil equipamentos em todo o mundo contribuem para este conjunto de dados.