País

Morte de Otelo Saraiva de Carvalho. "Devemos-lhe a liberdade", diz Catarina Martins

Presidente da República lembra papel na conquista da liberdade.

Nas reações à morte do Capitão de Abril, Marcelo Rebelo de Sousa recorda o papel inquestionável no 25 de abril e diz que ainda é cedo para a História o apreciar com a devida distância.

O Governo lamenta a morte de Otelo, a quem se deve a liberdade e o que somos.

A coordenadora do Bloco de Esquerda afirma: "Devemos-lhe a liberdade".