País

Otelo Saraiva de Carvalho dizia: "Façam tudo, mas evitem qualquer tipo de violência" 

Coronel Rodrigo Sousa Castro na SIC Notícias sobre a morte de Otelo Saraiva de Carvalho. 

O Coronel Rodrigo Sousa Castro diz que todos os capitães que trabalharam com Otelo Saraiva de Carvalho estão "chocados e tristes" com a notícia da sua morte.

Rodrigo Sousa Castro foi porta-voz do Conselho de Revolução a seguir à Revolução de Abril. "Foi ele que dinamizou, que elaborou a ordem de operações do 25 de abril, conta.

"Otelo era um homem bom", recorda, acrescentando que tinha um "bom coração".

Em direto na SIC Notícias, conta ainda que Otelo Saraiva de Carvalho sempre lhes disse: "Façam tudo, mas evitem qualquer tipo de violência".

MORREU OTELO SARAIVA DE CARVALHO

O capitão de Abril Otelo Saraiva de Carvalho morreu, este domingo, aos 84 anos, no hospital militar.

O coronel de artilharia elaborou o plano de operações militares do 25 de Abril de 1974.

Otelo Nuno Romão Saraiva de Carvalho nasceu em Lourenço Marques, hoje Maputo, capital de Moçambique, no dia 31 de agosto de 1936.

Otelo Saraiva de Carvalho foi mobilizado para Angola, em 1961, como capitão de artilharia, ali permanecendo em comissão de serviço até 1963.

Foi estratega do setor operacional da comissão coordenadora do MFA, condição em que dirigiu as operações do 25 de Abril, a partir do posto de comando clandestino instalado no quartel da Pontinha.

VEJA TAMBÉM: