País

Pais, professores e alunos partilham um desejo: que em 2021/22 o ensino seja presencial

Escolas já estão a preparar o novo ano.

Faltam menos de dois meses para o início do ano letivo, agendado para 14 de setembro. Depois de dois anos difíceis, por causa da covid-19 este será, espera-se, ano de recuperar aprendizagens e o tempor perdido.

As escolas vão ter, este ano, mais autonomia de gestão e organização. Vão poder, por exemplo, optar se dividem o ano em semestres ou se mantêm os tradicionais três períodos e escolher a forma de recuperar as aprendizagens perdidas.