País

Ciberataques: ministra da Justiça afirma que Portugal “está preparado na medida do possível”

Ciberataques: ministra da Justiça afirma que Portugal “está preparado na medida do possível”

Francisca van Dunem lembra que não há nenhuma instituição completamente imune a ataques informáticos.

Esta quinta-feira, a ministra da Justiça, Francisca van Dunem, foi questionada sobre os ataques informáticos que têm sido cada vez mais recorrentes em Portugal. A ministra considera que o “país está preparado na medida do possível”, mas lembra que “não há nenhum país, nenhuma instituição completamente imune a estes ataques”.

Francisca van Dunem ainda fez referência aos ataques informáticos ao Pentágono, nos EUA, para demonstrar que todas as instituições podem estar sujeitas ao cibercrime.

A ministra considera que o “país tem todas as condições para se defender” dos ataques informáticos e fez alusão a um diploma criado no ano passado neste âmbito, que terá de ser implementado.

O cibercrime é uma grande preocupação, mas o “contexto pandémico gerou condições para o aumento deste crime”, indica.

A Agência da União Europeia para a Cibersegurança (ENISA) disse esta quinta-feira estar a “acompanhar de perto” os recentes ciberataques em Portugal e presta apoio à equipa portuguesa de resposta de emergência membro da rede europeia.

SAIBA MAIS

Últimas Notícias
Mais Vistos