País

Laboratórios Germano de Sousa alvo de ataque informático

10.02.2022 10:23

Laboratório Germano de Sousa (SIC)

Empresa assegura que os dados dos clientes não foram comprometidos.

Os laboratórios Germano de Sousa foram alvo de um ataque informático esta quinta-feira, confirmou a empresa à SIC Notícias.

Germano de Sousa, fundador do grupo, assegura que os dados dos clientes não foram comprometidos. O ataque afetou principalmente a comunicação informática entre postos de colheita e hospitais.

O alerta foi dado durante a manhã de quinta-feira, quando detetaram que não era possível estabelecer o contacto a nível informático, explicou Germano de Sousa.

Os exames continuam a decorrer, no entanto com uma maior lentidão, uma vez que foi afetado o contacto com os postos de colheita. Os laboratórios mantêm o funcionamento, a diferença, explica Germano de Sousa, é que os clientes são registados manualmente e não informaticamente.

A região mais atingida foi Lisboa, Germano de Sousa adianta que a zona Norte não terá sido afetada.

O administrador do grupo Germano de Sousa acredita que foi mais do que um ataque informático”. Em declarações à Agência Lusa explicou que foi um vírus que entrou no sistema informático, mas que já está tudo “praticamente resolvido”.

“Eles lançam centenas de vírus deste tipo e um entrou no nosso sistema. Felizmente temos tudo em duplicado e neste momento estamos a repor e a limpar tudo, estando a trabalhar normalmente”, adiantou o médico patologista.

Germano de Sousa adiantou ainda que as ligações informáticas com os hospitais da CUF, que são parceiros laboratoriais, foram suspensas por “uma questão de segurança”.

Este ataque acontece na mesma semana em que a Vodafone sofreu um ciberataque, que afetou praticamente todos os serviços da operadora, e a Trust in News, dona das revistas Visão e Caras, ter sido alvo de uma tentativa de ataque.

Cibercrime: “Estamos perante um crime de terrorismo” e “todos nós somos vulneráveis”

O CEO da empresa de cibersegurança Vision Ware, Bruno Castro, a CEO e fundadora da DPO Consulting – Knowledge on Data Protection, Elsa Veloso, e o analista de política internacional e comentador da SIC, Miguel Monjardino, discutem os perigos do cibercrime e as dificuldades em combater o fenómeno, analisando a situação ocorrida na Vodafone Portugal.

Com Lusa

Últimas Notícias