País

Apicultores lutam sozinhos contra vespa asiática e pedem apoios ao Estado

Apicultores lutam sozinhos contra vespa asiática e pedem apoios ao Estado

Desde 2011 que esta praga tem vindo a prejudicar a produção de mel em Portugal.

A vespa asiática tem ameaçado a produção de mel em Portugal, desde 2011. Os apicultores temem mais um ano de perdas na colheita de mel e pedem apoios para combater esta praga.

A praga chegou a Portugal em 2011, vinda do sudeste asiático e, desde então, tem afetado a apicultura no país. De acordo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, o ano passado foram avistados 2.572 ninhos de vespas asiáticas. Inicialmente, a zona norte e centro eram as mais afetadas, mas a praga chegou ao concelho de Lisboa em 2019.

Os profissionais do setor antecipam que a vespa asiática regresse em força em meados de maio, por isso, já começam a preparar a ofensiva. Todos os anos, apicultores e agricultores enfrentam o inimigo sozinhos. Pedem, por isso, mais apoios aos Estado.

Deixados à sorte, os apicultores contam, apenas, com as armadilhas caseiras para enfrentarem os ninhos que podem conter mais de 2.000 vespas. A monitorização desta praga é feita através da plataforma STOPvespa, disponibilizada pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Saiba mais:

Últimas Notícias
Mais Vistos