País

Marcelo deu posse a novo Chefe do Estado-Maior da Força Aérea em cerimónia de escassos minutos

Marcelo deu posse a novo Chefe do Estado-Maior da Força Aérea em cerimónia de escassos minutos

General João Cartaxo Alves, que sucede ao general Nunes Borrego no cargo.

O Presidente da República deu esta sexta-feira posse ao novo Chefe do Estado-Maior da Força Aérea (CEMFA), general João Cartaxo Alves, que sucede ao general Nunes Borrego no cargo, numa cerimónia que durou escassos minutos.

A curta cerimónia decorreu no Palácio de Belém, residência oficial do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, começou pelas 18:03 e terminou às 18:07, na qual foi lido o auto de posse.

Estiveram presentes o primeiro-ministro, António Costa, o ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante Silva Ribeiro, o Chefe do Estado-Maior do Exército, general Nunes da Fonseca, e o Chefe do Estado-Maior da Armada, almirante Henrique Gouveia e Melo.

O general Joaquim Nunes Borrego, que termina o seu mandato e não foi reconduzido no cargo, também esteve presente, com quem Marcelo Rebelo de Sousa trocou algumas palavras, bem como o ministro da Defesa, tendo ainda recebido um forte abraço do primeiro-ministro, António Costa.

Na quinta-feira, o Presidente da República aceitou a proposta do Governo de nomeação do general Cartaxo Alves para CEMFA, depois de no mesmo dia ter aprovado o nome em reunião de Conselho de Ministros.

O general Joaquim Nunes Borrego tomou posse como chefe do Estado-Maior da Força Aérea (CEMFA) a 26 de fevereiro de 2019, para um mandato de três anos que termina este sábado.

O tenente-general João Cartaxo Alves, é comandante da logística da Força Aérea desde maio de 2019 e anteriormente desempenhou a função de subdiretor geral da Direção Geral de Recursos da Defesa Nacional.

Cartaxo Alves nasceu em dezembro de 1962, em Almada, e em outubro de 1980 ingressou na Academia Militar no curso de Ciências Militares Aeronáuticas, segundo o ‘site’ oficial da Força Aérea.

Em 2007 foi nomeado Chefe do Estado-Maior do Comando Operacional da Força Aérea e no ano seguinte Comandante da Base Aérea N.º 6, cargo que ocupou até outubro de 2010.

Em julho de 2015 foi nomeado 2.º Comandante do Comando Aéreo, tendo desempenhado posteriormente as funções de Comandante Aéreo Interino a partir de fevereiro de 2016, ano em que assumiu o cargo de chefe de gabinete do então Chefe do Estado-Maior da Força Aérea.

Cartaxo Alves exerceu funções de representante nacional em vários órgãos da NATO, entre janeiro 2018 e maio de 2019, período em que foi subdiretor Nacional de Armamento e participou como representante de Portugal nos plenários das reuniões de Diretores Nacionais de Armamento da NATO e da Agência de Defesa Europeia.

Os chefes de Estado-Maior dos ramos são nomeados e exonerados pelo Presidente da República, sob proposta do Governo, a qual deve ser precedida da audição, através do ministro da Defesa Nacional, do CEMGFA, prevê a lei orgânica das Forças Armadas.

O CEMGFA pronuncia-se, acrescenta a lei, “após audição do Conselho Superior do respetivo ramo”.

Últimas Notícias
Mais Vistos