País

Professor da Universidade do Porto despedido por comentários xenófobos

Professor da Universidade do Porto despedido por comentários xenófobos

As mulheres brasileiras eram um dos principais alvos do docente.

Um professor da Universidade do Porto foi despedido. O docente enfrenta acusações por comentários xenófobos, sobretudo contra mulheres brasileiras.

A denúncia que deu origem ao despedimento foi assinada por 129 alunos. O professor de Economia, Pedro Cosme Vieira, é acusado pelos estudantes de incitar ao ódio e à violência. Na queixa, os estudantes descrevem o ambiente nas aulas como tóxico e discriminatório.

As mulheres brasileiras eram um dos principais alvos. O caso chegou recentemente à imprensa do Brasil, com o influente jornal Folha de São Paulo a recordar algumas das frases que indignaram os alunos.

As mulheres são comparadas a mercadoria e a caçadeira é descrita como a arma que os homens utilizam para matar as mulheres. Há ainda frases de teor racista.

A Universidade do Porto deu como provadas as denúncias dos alunos e confirma o despedimento. A punição foi aprovada por maioria no início deste ano, segundo um despacho assinado pelo reitor António Sousa Pereira.

Anteriormente, o professor já tinha sido suspenso por 90 dias.

Últimas Notícias
Mais Vistos