País

GNR investiga roubo de oito cavalos lusitanos no Ribatejo

GNR investiga roubo de oito cavalos lusitanos no Ribatejo

A Associação Portuguesa do Cavalo Lusitano acredita tratar-se de uma rede criminosa.

Pelo menos oito cavalos lusitanos foram roubados na zona do Ribatejo. Os criadores falam num prejuízo de milhares de euros. A Associação Portuguesa do Cavalo Lusitano (APCL) acredita tratar-se de uma rede criminosa.

Numa coudelaria, em Samora Correia, Santarém, foram roubadas duas éguas na semana passada. Não é caso único: o mesmo aconteceu em outras propriedades dos municípios de Benavente e Salva Terra de Magos.

Todos os cavalos roubados eram cor baia, castanha ou isabelina. Estes roubos levam a APCL a emitir um alerta para os criadores da espécie.

Em declarações à SIC, a GNR de Santarém garante que já desapareceram pelo menos oito cavalos. As autoridades estão a investigar a origem do roubo e a ideia é encontrar os animais.

O cavalo lusitano é uma raça de origem portuguesa que tem grande reconhecimento no mercado estrangeiro.

Saiba mais:

Últimas Notícias
Mais Vistos