País

Sindicato diz que Portugal ficará mais pobre sem o SEF e alerta para entrega a outras entidades

Sindicato diz que Portugal ficará mais pobre sem o SEF e alerta para entrega a outras entidades

Governo aprovou uma proposta para adiar a extinção.

O presidente do sindicato do SEF escreveu uma carta aberta ao Presidente da República. Pede a Marcelo Rebelo de Sousa que impeça a extinção do serviço e que defenda o interesse nacional.

Não é a primeira vez que o presidente do sindicato que representa os inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras pede que o serviço não seja extinto. Desta vez, fá-lo numa carta aberta ao Presidente da República.

Acácio Pereira defende que Portugal ficará pior sem este serviço, nomeadamente na investigação e no combate a redes criminosas transnacionais. Mas o presidente do sindicato vai mais longe e deixa alertas à entrega do SEF a outras entidades.

Na carta pede ao Presidente da República que seja fiel às próprias palavras e que defenda o interesse nacional. Diz que Marcelo Rebelo de Sousa tem de tomar uma posição sobre esta matéria

Nas cerimónias desta manhã, dos 111 anos da GNR o Presidente da República não quis comentar.

Adiar extinção do SEF

O Conselho de Ministros aprovou há quase duas semanas uma proposta de lei para adiar o processo de extinção do SEF.

O Governo justificou a decisão com a necessidade de amadurecer as alterações previstas, nomeadamente ao nível da formação de quem ficará no controlo aeroportuário.

Saiba mais:

Últimas Notícias
Mais Vistos