País

Dia da Marinha: Gouveia e Melo diz que Portugal enfrenta um dilema

Dia da Marinha: Gouveia e Melo diz que Portugal enfrenta um dilema

A cidade de Faro foi este ano escolhida para as comemorações do Dia da Marinha.

No encerramento das celebrações do Dia da Marinha, o Chefe de Estado Maior da Armada, Gouveia e Melo, alertou para o dilema que Portugal enfrenta entre apostar num papel de relevo no Atlântico ou perdê-lo, por nada fazer.

Na sua intervenção, disse estar convicto de que Portugal “vai focar-se cada vez mais no mar, a fronteira de oportunidade que se abre ao futuro”.

“A nossa geografia assim o exige e a história assim nos lembra”, notou Gouveia e Melo.

O almirante disse acreditar que a aposta na valorização dos recursos humanos, na sua capacitação técnica, tecnologicamente evoluída, a par de remunerações justas e compatíveis “são essenciais para a motivação, recrutamento e retenção de pessoal” na Marinha Portuguesa.

O Dia da Marinha é comemorado a 20 de maio em homenagem ao feito do navegador português Vasco da Gama que, em 1498 ligou pela primeira vez, por via marítima, a Europa ao Oriente, com a chegada a Calecut, na índia.Para assinalar a data, a Marinha deslocou para o Algarve um total de 1.200 militares.

Últimas Notícias
Mais Vistos