País

Relatório de segurança interna: aumentaram as violações, as burlas informáticas e a criminalidade juvenil 

Relatório de segurança interna: aumentaram as violações, as burlas informáticas e a criminalidade juvenil 

Relatório anual foi divulgado esta quarta-feira. 

No ano passado houve mais 82 violações, um aumento de mais de 12% em relação ao ano anterior. 

O relatório anual de segurança interna apresentado esta quarta-feira dá ainda conta da subida de criminalidade juvenil e grupal e, em sentido oposto, estão os crimes de roubo a residências, por esticão e de homicídio, que diminuíram. 

As burlas informáticas e nas comunicações foram dos crimes que mais aumentaram o ano passado. As denúncias reportadas às autoridades registaram uma subida de 7,7, um número que, ainda assim, pode estar aquém da realidade. 

O relatório anual de segurança interna dá ainda conta do aumento do crime de violação, mais 82 casos, e da criminalidade grupal e juvenil. 

O ano passado 26.520 pessoas foram vítimas de violência doméstica, ainda assim um pouco menos do que em 2020. 

Em sentido contrário estão os crimes económico-financeiros. Foram instaurados 60.325 inquéritos, um aumento de 7,5% comparativamente ao ano anterior. 

Últimas Notícias