País

População de Caria reclama presença de militares da GNR à noite

População de Caria reclama presença de militares da GNR à noite

Horário de funcionamento foi reduzido na pandemia e a freguesia teme que o próximo passo seja fechar o serviço.

A população de Caria saiu à rua em defesa do posto da GNR com militares em permanência. O horário de funcionamento foi reduzido durante a pandemia e a freguesia teme que o próximo passo seja fechar o serviço.

Das 8:00 às 16:00. Depois disso, os nove guardas do posto de Caria fecham a porta e entregam as armas em Belmonte.

A freguesia faz contas. Sem policiamento presencial, há 4 mil habitantes – a maioria idosos – na dependência dos militares do posto vizinho de Belmonte.

O horário foi reduzido há quase dois anos por causa da pandemia. No protesto ouviu-se que a GNR mantém a quarentena sem justificação.

Em janeiro, a junta de freguesia pediu explicações e nunca pensou que uma medida provisória passe a definitiva.

Aos cartazes e juntou-se a força das palavras, certificadas num abaixo-assinado que vai chegar ao comando-geral da GNR.

Últimas Notícias
Mais Vistos