País

Aumentou a condução sob efeito de álcool

Operações de fiscalização rodoviária da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP), que estão a decorrer neste período da Páscoa, na Autoestrada 1, sentido sul/norte, junto às portagens de Alverca, 14 de abril de 2022. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
Operações de fiscalização rodoviária da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP), que estão a decorrer neste período da Páscoa, na Autoestrada 1, sentido sul/norte, junto às portagens de Alverca, 14 de abril de 2022. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
Crimes rodoviários voltaram a aumentar

Nos primeiros seis meses de 2022, as infrações e crimes rodoviários voltaram a aumentar e superaram os valores pré-pandemia. A condução sob o efeito do álcool foi a mais registada pelas autoridades.

No primeiro semestre, foram registados 19.679 crimes rodoviários, segundo avança o Jornal de Notícias, que adianta ainda que o número aumentou face ao mesmo período de 2019, 2020 e 2021.

Do total, 4.688 condutores foram apanhados a conduzir com níveis de álcool no sangue superiores ao permitido por lei.

A condução sob o efeito do álcool é das principais infrações cometidas pelos condutores.

Os dados da PSP e GNR mostram ainda que, por outro lado, as infrações por condução sem carta em 2022 (3.743) diminuíram em relação ao mesmo período de 2021 (4.618).

Últimas Notícias
Mais Vistos