País

PSP de Lisboa fiscaliza mais de 100 viaturas em operação de combate ao tunning

Operação decorreu no Parque das Nações, em Lisboa, e foram realizadas quatro detenções.

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis) realizou na madrugada deste sábado uma operação de combate ao 'tunning' no Parque das Nações, onde fiscalizou mais de 100 viaturas e realizou quatro detenções.

Numa nota de imprensa, o Cometlis explica que a ação se desenrolou na sequência de vários relatos e episódios de concentração de viaturas junto ao Rio Trancão, na freguesia do Parque das Nações, "com o propósito de desenvolver ações rodoviárias perigosas, vulgarmente conhecidas por concentrações 'tunning'" e "tendo em vista a deteção e fiscalização de potenciais infratores e demais ilícitos contraordenacionais e criminais".

Segundo a PSP, foram fiscalizadas mais de 100 viaturas ligeiras, motociclos, táxis e TVDE, com mais de 200 pessoas, condutores e espetadores, a serem igualmente visados pelas medidas de polícia.

A operação resultou em quatro detenções: duas por falta de habilitação legal, uma por posse de arma proibida (bastão extensível) e uma por mandado de detenção para o pagamento de multa por crime rodoviário.

Foram ainda levantadas várias contraordenações rodoviárias, entre as quais oito por alteração de características do veículo, duas por falta de inspeção periódica, duas por falta de seguro de responsabilidade civil, uma por condução de TVDE fora de prazo legal e uma por condução com pneus fora dos limites mínimos.

O Cometlis informa ainda que foram apreendidos dez veículos como medida cautelar acessória a algumas das contraordenações graves e muito graves, seguidas da respetiva apreensão de documentos e notificações para inspeção extraordinária tendo em vista a competente regularização das viaturas.

"Este tipo de comportamentos, para além de gerarem cenários de perigo para os próprios, derivado de manobras de elevado risco ao volante, têm o potencial de perigar outros entusiastas desta prática delitiva, que se deslocam a estes locais de concentração para admirarem as manobras", alerta a PSP.

A polícia salienta que algumas pessoas "chegam mesmo a participar passivamente" nestas concentrações, "havendo episódios vários conhecidos de pessoas feridas, e até mortes que ocorrem neste tipo de espetáculos rodoviários prosaicamente organizados".

De acordo com o Cometlis, "estas ações comportam igualmente um efeito nefasto para as populações que residem na periferia dos locais", bem como para os "demais utilizadores da via, que não raras vezes são arrastados inusitadamente para o meio destas corridas e manobras perigosas".

"Almejando uma intervenção integral, foram empenhados recursos policiais de várias valências, designadamente equipas de intervenção rápida, equipas de prevenção e reação imediata e ainda equipas especializadas de trânsito", informa o comunicado.

A PSP espera "com esta ação ter conseguido alavancar um efeito dissuasor junto de potenciais infratores e de futuras concentrações desta natureza, alertando, mais uma vez, para os perigos elevados que estão associados a este tipo de práticas, sobretudo quando levadas a cabo em condições e espaços inapropriados, colocando em risco, de forma evitável e condenável, a vida e integridade física dos próprios e de terceiros".

Últimas Notícias
Mais Vistos