País

Bloco de Esquerda acusa Governo de assistir de braços cruzados à degradação do SNS

Loading...
Catarina Martins diz que a demissão da ministra Marta Temido "não resolve o problema" do Serviço Nacional de Saúde.

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) considera que a demissão de Marta Temido acontece num contexto de falta de capacidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e de dificuldade crescente de acesso da população portuguesa aos cuidados de saúde.

“Esta é uma situação que não é nova e é uma situação que tem vindo a acelerar-se e a degradar-se rapidamente. O BE lançou diversos avisos sobre esta matéria”, disse em declarações aos jornalistas.

O Bloco de Esquerda acusa o Governo de assistir de braços cruzados à degradação do Serviço Nacional de Saúde e, por isso o “partido não estranha a demissão da ministra Marta Temido”.

Catarina Martins diz que o Governo tem vindo a adiar sistematicamente todas as condições para o SNS trabalhar. “Não tem feito investimentos no SNS e tem perdido profissionais a cada dia que passa e essa é a situação que tem de ser travada já”, sublinhou.

O Bloco de Esquerda considera que adiar investimentos e carreiras que possam fixar profissionais no SNS “tem sido a política do Governo” e que a demissão de uma ministra “não revolverá o problema”.

A ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou hoje a demissão por entender que "deixou de ter condições" para exercer o cargo, demissão que foi aceite pelo primeiro-ministro, António Costa.

Últimas Notícias
Mais Vistos