País

Número de psicólogos nos cuidados primários é “muitíssimo” insuficiente

Número de psicólogos nos cuidados primários é “muitíssimo” insuficiente
Mikhail Reshetnikov / EyeEm
Psicólogos enviam carta aberta ao Presidente da República.

Os psicólogos escreveram uma carta aberta ao Presidente da República com duras críticas ao Governo e a Marta Temido.

O documento denuncia a ausência de investimento nos serviços, unidades e núcleos de psicologia. Alerta também a necessidade de reforço do número de psicólogos no Serviço Nacional de Saúde, principalmente nos cuidados de saúde primários.

Em declarações à SIC Notícias, bastonário da Ordem dos Psicólogos pede respostas: Francisco Miranda Rodrigues explica que o número de psicólogos disponível nos cuidados subprimários, por exemplo, é “muitíssimo” insuficiente.

As pessoas notam isso: quando tentam marcar as suas consultas, ter apoio em proximidade nos centros de saúde não conseguem”, afirma o bastonário.

Loading...

Sobre as falhas, Francisco Miranda Rodrigues afirma que o Governo “não tem agido, não tem fiscalizado e também não tem dado justificações de como é que é possível que isto continue a acontecer”.

Últimas Notícias
Mais Vistos