País

Problemas na obstetrícia resultam da falta de condições de trabalho, diz Ordem dos Médicos

Problemas na obstetrícia resultam da falta de condições de trabalho, diz Ordem dos Médicos
Miguel Guimarães responde a Marcelo Rebelo de Sousa, que entende que a Ordem dos Médicos pode ser uma solução para a falta de profissionais.

O bastonário da Ordem dos Médicos diz que os problemas na obstetrícia e ginecologia não se devem à falta de especialistas, mas sim às condições de trabalho. Miguel Guimarães responde às declarações de Marcelo Rebelo de Sousa, que entende que a Ordem dos Médicos pode ser uma solução para a falta de profissionais, uma vez que define o número de médicos especialistas.

Nós estamos a formar cerca de 50 novos especialistas por ano, que é um número claramente bom relativamente ao que são as necessidades do país em termos de obstetrícia e ginecologia. Se nós não conseguirmos que estes especialistas, que se vão formando, fiquem a trabalhar no Serviço Nacional de Saúde (SNS) – ou pelo menos maioritariamente fiquem no SNS –, vamos continuar a ter sempre um problema”, disse Miguel Guimarães.

Loading...

O bastonário sublinha que são “absolutamente essenciais” medidas estruturais para melhorar “as condições de trabalho no SNS”. Estas condições são definidas pelo Governo e não pela Ordem dos Médicos, remata.

Últimas Notícias