País

Novo ano letivo começa assombrado pela falta de professores

Regresso às aulas.
Regresso às aulas.
Klaus Vedfelt
Cerca de 70 mil alunos arrancaram o ano letivo com pelo menos uma disciplina sem professor.

Esta sexta-feira é o último dia para iniciar o novo ano letivo. Perto de 1,3 milhões de alunos regressam às escolas. A falta de professores continua a marcar o regresso às aulas, principalmente devido ao crescente número de aposentações.

A maioria dos alunos do 10º ano chega pela primeira vez ao liceu Camões, em Lisboa. O ano arranca sem as restrições relacionadas com a covid-19 que marcaram os anos anteriores.

Loading...

A matéria tem de ser recuperada e há escolas onde ainda é preciso arranjar professores para preencher todas as disciplinas. O caso do liceu Camões falta um professor de psicologia.

No Porto, a falta de professor também preocupa pais, alunos e diretores. Nas escolas públicas há mais de 700 horários por preencher – um problema que cresce com a aposentação de docentes. O número de professores por aposentação deverá superar os 2.000 até ao fim do ano.

Loading...

A Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas pede medidas urgentes para a renovação do corpo docente.

Cerca de 70 mil alunos arrancaram o ano com pelo menos uma disciplina sem professor. A maioria das falhas está em Lisboa e Setúbal.

Últimas Notícias
Mais Vistos