País

Investigada alegada falha no socorro do INEM a homem com falta de ar

Loading...
Foi pedido auxílio numa chamada para o 112, mas o operador terá dito que não era uma emergência. O homem acabou por morrer.

Uma alegada falha no socorro do INEM está a ser averiguada . Em causa está a morte de um homem que sentia dores abdominais e falta de ar.

Este homem, de 58 anos, sentiu-se mal numa padaria na Senhora da Hora, em Matosinhos. Foi pedido auxílio através de uma chamada para o 112, mas o operador disse não ser uma emergência. Terá dito para chamar um táxi para levar a vítima ao hospital.

O taxista ainda tentou ajudar a vítima, mas sem sucesso e voltou a pedir socorro ao INEM. Os meios foram finalmente acionados e os bombeiros de Leça do Balio dirigiram-se para o local, onde já estava uma viatura médica do Hospital São João, do Porto.

Em comunicado, o INEM confirma que recebeu o pedido de socorro e diz que após a triagem, a contactante recusou a transferência da chamada para o SNS24. Diz o INEM que não é verdade que o CODU tenha sugerido que o utente apanhasse um táxi.

O INEM abriu um inquérito para apurar se houve ou não falha no socorro da vítima, que acabou por morrer no local, em paragem cardiorrespiratória.

Últimas Notícias