País

Casas "do futuro" que permitem poupar energia já chegaram a Portugal

Loading...

Um novo conceito de habitação permite que a temperatura interior se mantenha uniforme ao longo de todo o ano.

Portugal é um dos países da Europa onde se passa mais frio dentro de casa. Esta realidade está a ser contrariada por um novo conceito: casas construídas de forma sustentável, com eficiência energética, onde por exemplo, a temperatura se mantém uniforme ao longo de todo o ano.

As ‘Passive Houses’ nasceram nos anos 90 na Alemanha, e em Portugal há apenas quatro casas certificadas, mas várias dezenas já foram construídas de acordo com este conceito.

Estas habitações são projetadas para serem mais sustentáveis no interior e mais eficientes energeticamente. Os responsáveis pela construção destas casas têm em atenção todos os pormenores. Desde as caixilharias ao isolamento da infraestrutura nada é esquecido, de modo a que não se verifiquem desperdícios energéticos.

No verão as temperaturas do interior não ultrapassam os 25ºC e no inverno não são inferiores a 20ºC. Miguel Marcelino, da PassivHaus Portugal, garante que estas habitações têm uma redução de consumo na ordem de 65% comparando com um edifício novo. Em relação a um edifício existente, esta redução pode chegar aos 90%.

Estudos comprovam que Portugal é dos países europeus com maior pobreza energética, mas agora estas casas podem ajudar a contrariar essa realidade nacional.

Numa altura em que a subida de preço das energias obriga cada vez mais a refletir sobre a forma mais económica de aquecer e arrefecer as habitações, estas podem mesmo vir a ser as casas de um futuro bem próximo.

Últimas Notícias
Mais Vistos