País

Escadas rolantes da estação de metro Baixa-Chiado estão "todas a funcionar"

Escadas rolantes da estação de metro Baixa-Chiado estão "todas a funcionar"

A Metro de Lisboa anunciou a reparação das escadas rolantes e dos elevadores da estação.

A Metro Lisboa anuncia que todas as escadas rolantes, elevadores e plataformas de transporte de cadeiras de rodas existentes na estação da Baixa-Chiado estão “todas a funcionar”. A intervenção surge na sequência da denúncia nas redes sociais de que esta estação – localizada a 39 metros de profundidade – teria problemas sucessivos no funcionamento das escadas rolantes e elevadores.

“Estão, desde hoje [sexta-feira], a funcionar todas as 12 escadas mecânicas da estação de metro da Baixa-Chiado, assim como a plataforma de transporte de cadeiras de rodas. Todos os elevadores desta estação estão também operacionais”, pode ler-se na nota enviado às redações.

A empresa explica que “a reparação foi concluída” esta sexta-feira e que “a situação será acompanhada de perto nos próximos dias, para o caso de serem precisos reajustes e afinações”. A operação de reparo passou pela modernização dos sete lanços de escadas.

No entanto, a Metro Lisboa reconhece que “a solução definitiva para a estação Baixa-Chiado passa pela substituição integral destas sete escadas”, um processo que a empresa prevê estar concluído “no primeiro trimestre de 2024”. O investimento feito pela empresa ronda os 5,12 milhões de euros, acrescentam.

“As acessibilidades, em geral, e as escadas e os tapetes rolantes em particular, são uma matéria prioritária para o Metro de Lisboa. É nesse sentido que a empresa tem vindo a adaptar e a modernizar as suas estações e equipamentos por forma a dar cumprimento ao princípio da Acessibilidade e Mobilidade para todos.”

As avarias nas escadas rolantes e nos elevadores das estações de metro em Lisboa não se resume à estação da Baixa-Chiado. Também noutras estações da capital foram registados problemas de acessibilidade: nas 56 estações existem 244 escadas e tapetes rolantes e 117 elevadores; antes desta intervenção, pelo menos 28 escadas rolantes estavam fora de serviço, assim como 16 elevadores.

Últimas Notícias
Mais Vistos