País

Com 400 anos de história, Aqueduto do Convento de Cristo é ponto de referência em Tomar

Loading...

Com mais de seis quilómetros de extensão, a sua preservação é hoje salvaguardada pela boa vontade da população.

Corria o ano de 1595 quando Filipe I de Portugal deu ordens para que se construísse uma grandiosa obra de engenharia hidráulica, que permitisse levar água em abundância até ao Convento de Cristo e às terras da cerca dos Sete Montes.

Para satisfazer as necessidades de cultivo, foi entre duas freguesias e ao longo de mais de 6 quilómetros de extensão que nasceu o Aqueduto do Convento de Cristo, que por via de quatro nascentes fez chegar a tão desejada água ao tanque da cadeira D´El Rei.

Com cerca de 180 arcos para as passagens aéreas da conduta, todo o trajeto do aqueduto era coberto, e a qualidade da água era feita nas ainda existentes casas de decantação.

Com mais de 400 anos de história, o Aqueduto do Convento de Cristo é hoje um espaço de memória, mas apenas o trecho que passa pela zona do Vale dos Pegões vê salvaguardado o seu valor patrimonial.

Com os olhos postos no futuro e na esperança de ver reconhecido ao monumento a sua integridade patrimonial, o desejo maior é o que de um dia a água volte a correr no aqueduto do Convento de Cristo.

Últimas Notícias
Mais Vistos