País

Falso padre acusado de burla prometia realizar desejos em troca de missas pagas

Loading...
A população de uma aldeia do Fundão acusa um padre de fraude. O homem, de 32 anos, apresenta-se como membro da Igreja Católica Ortodoxa Hispânica, mas os fiéis queixam-se de várias burlas.

César Barata conhecido por César de Jesus na freguesia de Alpedrinha, no concelho do Fundão, apresenta-se como padre da Igreja Católica Ortodoxa Hispânica.

Celebra casamentos, funerais, faz rituais de exorcismo e, agora, é acusado de enganar os fiéis, que dizem pagar missas com promessas de realizar desejos que não se concretizam.

Este homem, de 32 anos, era acólito e exercia as funções de sacristão quando o Valter Salcedas era pároco em Alpedrinha. Uma vida paralela que veio à luz do dia quando chegou ao conhecimento deste padre várias queixas de fiéis que se sentiram enganados.

Afastado da igreja pela Diocese, César Barata criou a sua própria igreja. Afirma que salva almas, mas desmente qualquer burla, explicando que vive de doações.

Há quem se queixe de pagar mais do que uma missa e muito mais que a oferta de azeite ou velas, mas as presumíveis, escusam-se a contar a história em público. A GNR também não tem registo de qualquer denúncia.

Últimas Notícias
Mais Vistos