País

Chefes e subchefes da Urgência do Amadora-Sintra apresentam demissão

Chefes e subchefes da Urgência do Amadora-Sintra apresentam demissão
MARIO CRUZ

A demissão foi formalizada por carta da qual são signatários 44 médicos.

Os chefes e subchefes das equipas do Serviço de Urgência de Medicina do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) apresentaram esta terça-feira a demissão, por considerarem estar em causa a qualidade assistencial e a segurança dos utentes.

Loading...

Numa carta dirigida à diretora clínica do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca, com conhecimento da presidente do Conselho de Administração, os 44 médicos signatários afirmam que o hospital "vive, uma vez mais, momentos de enorme dificuldade na nobre missão de prestar a melhor atividade assistencial à população que a ele recorre".

"Depois de, com elevado esforço e sentido de dever, termos superado uma pandemia que exigiu a todas as instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS) o melhor dos seus profissionais, olhamos para o futuro com enorme preocupação e apreensão", afirmam na carta divulgada pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM).

Com o inverno à porta, avizinham-se maiores constrangimentos nas urgências. O Amadora-Sintra tem uma elevada procura, serve cerca de 600 mil pessoas e, destas, mais de 100 mil não têm médico de família.

Últimas Notícias
Mais Vistos