País

Imigrantes timorenses dormem na rua: “Estamos a atirar estas pessoas para as mãos de máfias”

Loading...

A SOS Racismo tem tentado regularizar a situação destes cidadãos, para poderem trabalhar, mas encontra “barreiras” por parte das Finanças.

Continuam a viver na rua muitos jovens timorenses que imigraram para Portugal nos últimos meses. A SOS Racismo tem tentado regularizar a situação destes cidadãos, para poderem trabalhar, mas encontra “barreiras” por parte das Finanças.

Vitorino faz parte do grupo de imigrantes timorenses que não tem casa. Dorme numa zona à beira rio, em Lisboa. Nesse local juntam-se vários timorenses que se endividaram para vir para Portugal.

As Finanças, por exemplo, estão a exigir a quem não tem casa um comprovativo de morada.

Uma vez que estes jovens não obtêm respostas por parte das autoridades para obterem o NIF, muitos recorrem às máfias.

Vitorino explicou à SIC que tem amigos que pagaram entre 250 e 300 euros para obterem o NIF através das máfias.

"Estamos a atirar estas pessoas para as mãos de máfias, porque angariadores e advogados sem escrúpulos (...) aproveitam-se destas situações para cobrar por estes documentos e cobram muito dinheiro (...). E muitas vezes nem sequer entregam os documentos”, disse a ativista Mariana Carneiro.

Últimas Notícias
Mais Vistos