Operação Marquês em destaque em mais um Ao Vivo na Redação.

"Encarei esta situação com alguma preocupação, foram feitas acusações muito sérias ao trabalho do Ministério Público". No debate "Ao Vivo na Redação" sobre a Operação Marquês - gravado esta segunda-feira e que pode ver na íntegra acima - o bastonário da Ordem dos Advogados Luís Menezes Leitão aproveita a distância de três dias para uma análise mais cuidada ao acórdão proferido pelo juiz Ivo Rosa. "Preocupa-me que não sejam depois prestados esclarecimentos por parte da PGR e do poder político", sublinha.

Adão Carvalho hesita em acompanhar o pedido de esclarecimentos à Procuradora, mas acaba por anuir: "Havia vantagem para o DCIAP, se houvesse um esclarecimento de Lucília Gago? Sim", confirma, após insistência.

Por essa hora, a PGR tinha uma ação pública em que acabaria por considerar que compreendia "alguma perplexidade" perante o acórdão. Talvez esperassem mais os dois convidados do "Ao Vivo na Redação", que fez a análise da decisão e do que se segue no processo.

O tema da corrupção marcou também a conversa, em que também participou o jornalista Micael Pereira. Quer o bastonário quer o presidente do Sindicato dos Magistrados entendem que a discussão deve estender-se agora à criminalização do enriquecimento ilícito e não faltaram os recados ao poder político: "O que se tem feito é divergir".