Há três anos que mais de 2500 candidatos se candidataram a 40 vagas para psicólogos que continuam por preencher no SNS. Afinal, o que está a falhar? O debate foi lançado Ao Vivo na Redação do Expresso e da SIC e juntou Mauro Paulino, psicólogo clínico e forense e Helena Bento, jornalista do Expresso.

A falta de soluções é evidente e a incapacidade do sistema inegável. Não há estudo que não revele que a necessidade de acompanhamento médico para as questões de saúde mental aumentou e que a resposta, em Portugal, não corresponde às expectativas. A conclusão não é nova, mas o problema agravou-se em tempos de pandemia.

Mauro Paulino, psicólogo clínico e forense e autor de um artigo no Expresso sobre o tema, lembra que a pandemia não explica tudo. Não explica, por exemplo, por que razão um concurso de recrutamento de psicólogos para o SNS continua por preencher há três anos, sendo que metade do tempo em atraso ainda corresponde ao período pré-pandemia.

A jornalista do Expresso Helena Bento, que tem escrito sobre o tema da saúde mental, admite que houve alguns avanços desde 2017 com alterações no modelo de organização e prestação de cuidados com integração da psiquiatria nos hospitais centrais. O problema foi que a prática não acompanhou as intenções anunciadas.

O Orçamento do Estado para 2022 prevê uma verba de 85 milhões de euros e a construção de dez novos centros de responsabilidade de saúde mental integrados nos hospitais SNS. A verba vem direitinha do PRR e permite criar uma oportunidade a que os Orçamentos nunca corresponderam. É preciso, sublinha Helena Bento, que as equipas de supervisão, por exemplo, que já estiveram planeadas, possam finalmente avançar.

A lentidão do processo é uma crítica partilhada com Mauro Paulino para quem os planos em relação à saúde mental são pensados para períodos curtos e não numa visão de longo prazo. Coincidem, sublinha o psicólogo, com os períodos eleitorais e são pensados em função dos votos e não correspondem às reais necessidades da população.

VISITE O ESPECIAL SAÚDE MENTAL