Cartaz

Novo livro de Angelina Jolie

Angelina Jolie publicou um livro com a Amnistia Internacional, que a atriz espera que motive jovens de todo o mundo a lutar pelos direitos da criança.

Desde 2001 que Angelina Jolie tem entrelaçado a carreira de atriz com o trabalho humanitário.

Há 20 anos que se dedica a causas como a prevenção da violência sexual nos conflitos, o trabalho na fundação Maddox Jolie-Pitt, a sensibilização para as condições de vida dos refugiados de todo o mundo como embaixadora da boa vontade da agência para os refugiados das Nações Unidas e a luta pelos direitos das crianças.

Por isso, escreveu o livro "Know Your Rights and Claim Them" com a Amnistia Internacional e a advogada de direitos humanos Geraldine Van Bueren, responsável pela elaboração da convenção das Nações Unidas sobre os direitos da criança, ratificada por 196 países, menos os Estados Unidos.

A publicação já está à venda no Reino Unido. Quanto ao resto do mundo e no mercado online, espera-se que esteja disponível no início de outubro.

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia