E se fosse consigo?

Tem 50 anos e está na rua há 21

Tem 50 anos e está na rua há 21

António passou quase metade da vida dependente de drogas, de álcool, de empregos precários. Diz nunca ter roubado e gostava de voltar a trabalhar e “ter um cantinho”. Mas para os outros, o rótulo colou-se-lhe à pele: "É um drogado que anda aí". Vive de esmolas, arruma carros, anda em tratamento. Quer mudar, “fazer uma vida diferente, provar às pessoas que já não é aquilo que era”.

  • O que dizem os líderes partidários e cabeças de lista na hora de ir votar

    Europeias 2019

    O apelo ao voto é a tónica dominante em todas as declarações que pode ver e ouvir aqui.