Futuro Hoje

Canhão balístico português para aviões do futuro

José Eduardo Zuzarte

José Eduardo Zuzarte

Repórter de Imagem

Tomás Pires

Tomás Pires

Editor de Imagem

Não é para dar tiros para o ar. Este canhão do ISQ testa materiais melhores que os atuais.

Dentro de uma casa discreta, investigadores do ISQ dão tiros com esferas de metal e bolas de gelo. A ideia é testar a resistência dos materiais que serão usados em cockpits de aviões. No Futuro Hoje fomos ver esta arma pacífica construída pelos próprios investigadores.

A PÁGINA DO FUTURO HOJE

  • Regresso ao futuro

    Opinião

    "Queremos assegurar que os novos líderes estão unidos por um conjunto de valores que torna claro que a liderança não é sobre ego" (David Simas, Presidente da Fundação Obama)

    Germano Almeida