Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer

Desta vez não há cá ministros, são todos apenas candidatos

Opinião

Está reunido o Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer, esta semana com direito a uma volta por Portugal e pelos chamados tesourinhos das autárquicas. Há também espaço para abanar o capacete com alguns hinos de campanha.

Apesar de a campanha só ter começado oficialmente esta semana, já há muito que ela está instalada de norte a sul do país e nas ilhas. O Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer é, por isso, dedicado inteiramente às eleições autárquicas e, desta vez não há cá ministros, são todos apenas candidatos.

Nesta campanha autárquica, Ricardo Araújo Pereira, com tanta fartura, declara-se farto, Pedro Mexia sente-se na mesma e João Miguel Tavares confessa-se maoísta.

Tesourinhos das Autárquicas

Não há tempos de antena, mas há um considerável investimento em cartazes de âmbito local e, como já se tornou hábito, vamos fazer uma volta a Portugal com a iconografia desta eleição e os chamados tesourinhos das autárquicas, mas também a abanar o capacete com alguns hinos de campanha.

A PÁGINA DO PROGRAMA CUJO NOME ESTAMOS LEGALMENTE IMPEDIDOS DE DIZER

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia