Repórteres do Mundo

Missão quase impossível: sobreviver numa cidade da Ucrânia em ruínas e onde falta tudo

Loading...

A cidade de Bakhmut tornou-se um símbolo da resistência nacional na Ucrânia. Está em ruínas, mas quem por lá continua não perde a esperança na vitória frente ao inimigo, as tropas da Rússia.

O som da artilharia é constante e os bombardeamentos são contínuos. “A nossa tarefa é sobreviver, tanto de noite, como de dia”.

A temperatura local desceu aos 11 graus negativos, as pessoas não se lembram da última vez que tiveram eletricidade e a comida escasseia.

Antes da guerra, Bakhmut tinha 70 mil habitantes. Agora sete mil tentam sobreviver, de acordo com a reportagem da TV2 Noruega