Saúde e Bem-estar

Ordem dos Médicos estuda criação da especialidade de Medicina de Urgência

Rui Flórido

Rui Flórido

Repórter de Imagem

Francisco Carvalho

Francisco Carvalho

Editor de Imagem

Avaliação está quase concluída.

A Ordem dos Médicos está a estudar a criação da especialidade de Medicina de Urgência. O plano está praticamente fechado e poderá provocar mudanças na linha da frente dos hospitais.

A discussão começou há algum tempo. O bastonário pediu consensos e uma proposta que salvaguardasse as várias especialidades envolvidas.

A experiência de algumas unidades hospitalares que apostaram em equipas fixas é tida como um exemplo do que funcionou bem nesta pandemia.

Portugal está entre os cinco países europeus sem a especialidade de Medicina de Urgência. Existe a competência em Emergência Médica, que pode obter qualquer médico, mas não há uma formação que inclua todo o tipo de urgências.

Veja também: