Saúde e Bem-estar

Descoberto gene que acelera o crescimento do cancro do cólon

Imagem microscópia de tecido de tumor do cólon.
Imagem microscópia de tecido de tumor do cólon.
Canva

Os cientistas esperam que esta descoberta possa ajudar no desenvolvimento de terapias.

Investigadores do Tisch Cancer Institute, nos Estados Unidos, descobriram um gene que impulsiona o crescimento do cancro do cólon. Os cientistas conseguiram chegar a conclusões inéditas após a realização de cirurgias a 15 pacientes de cancro do cólon e esperam que esta descoberta possa ajudar no desenvolvimento de terapias.

O estudo de tecido vivo com células cancerosas e tecido saudável na área circundante ao tumor, imediatamente após as cirurgias, permitiu chegar a resultados pioneiros. Os investigadores descobriram um "super potenciador" que é uma área complexa de ADN, que controla se uma célula cancerosa é maligna e regula o gene PDZK1IP1.

Os cientistas do Tisch Cancer Institute de Mount Sinai, em Nova Iorque, desconheciam que o PDZK1IP1 era um gene responsável pelo cancro e descobriram que a sua extração levou a uma desaceleração no crescimento de tumores.

Os resultados da investigação, publicada na revista Nature Communications, sugerem que o PDZK1IP1 e o "super potenciador" podem vir a ser alvo de terapias de combate ao cancro.

"Para a maioria dos pacientes com cancro do cólon, a inflamação que ocorre no tumor está a contribuir para o seu crescimento, o que realça a importância de entender o que podemos fazer para conter os efeitos inflamatórios no cólon por meio da prevenção, ou entender quais os efeitos que uma dieta pode ter no microambiente do cólon", explica Ramon Parsons, um dos autores do estudo, citado pela Sky News.

"Em termos de tratamento, temos evidências genéticas de que direcionar esse gene realmente inibe os tumores. Ao compreender todos esses diferentes componentes, teremos melhores ferramentas para tentar prevenir a doença", conclui o investigador.

Últimas Notícias
Mais Vistos