Varíola dos macacos

Confirmados 948 casos de varíola dos macacos, mais mil pessoas vacinadas

Confirmados 948 casos de varíola dos macacos, mais mil pessoas vacinadas
Sebastian Condrea

Os dados são da Direção Geral da Saúde.

Um total de 1.190 pessoas já foram vacinadas contra o vírus da varíola dos macacos em Portugal continental, anunciou este sábado a Direção-Geral da Saúde (DGS), ao avançar que foram confirmados 948 casos de infeção desde maio.

"Desde o início da disponibilidade de vacinas (a 16 de julho) e até 9 de novembro, dados reportados pelas regiões de Portugal continental indicam que foram vacinadas um total de 1.190 pessoas, das quais 614 pessoas em contexto de vacinação preventiva", refere o relatório da DGS sobre a doença.

De acordo com a autoridade de saúde, a imunização contra o vírus VMPX visa a "redução das cadeias de transmissão e o controlo do surto, com enfoque na vacinação preventiva nos grupos com risco a crescido de infeção".

No início da semana, a DGS alargou os grupos de pessoas de risco acrescido elegíveis para a vacinação preventiva contra a varíola dos macacos, incluindo como critério a "história de múltiplos parceiros sexuais nos últimos seis meses".

A revisão dos critérios de elegibilidade para a vacinação pré-exposição ao vírus (preventiva) de pessoas com 18 ou mais anos e que nunca tenham sido diagnosticadas com esta infeção constou de uma atualização da norma da DGS publicada na segunda-feira.

A única vacina disponível no mercado internacional para a Monkeypox é de terceira geração contra a varíola, produzida pela empresa Bavarian Nordic, e que é comercializada com a designação de Jynneos nos Estados Unidos e de Imvanex na Europa.

O relatório hoje divulgado indica que já foram confirmados laboratorialmente 948 casos de infeção em Portugal, quatro dos quais no período entre 27 de outubro e 11 de novembro, todos em homens.

Últimas Notícias
Mais Vistos