Vida

Detetada bactéria da doença do Legionário na sede do Governo de Hong Kong

A bactéria legionella, que causa que causa a doença do Legionário, foi detetada em amostras de água retiradas do Gabinete do Chefe do Executivo e de outros secretários na nova sede do  Governo e no complexo do Conselho Legislativo de Hong Kong

PAUL HILTON

O Centro para a Proteção e Controlo da Saúde da antiga colóniabritânica,  Thomas Tsang, indicou que abactéria da legionella foi detetada em nove de 31 amostras de água das casas de banho da nova sede do Governo,avaliada  em 670 milhões de dólares (66,3milhões de euros).  

Os testes foram realizados depois de o secretário para a Educaçãode  Hong Kong, Michael Suen, ter sido diagnosticadocom a doença. De acordo  com asautoridades, os níveis detetados da bactéria no seu novo escritório  eram 14 vezes superiores aos valoresconsiderados aceitáveis. 

Segundo garantiu hoje Thomas Tsang, o Chefe do Executivo, bem como os  secretários de outros gabinetes e outropessoal poderão trabalhar normalmente, na medida em que serão efetuados trabalhos de desinfestação e instalados  filtros de água para travar a bactéria. 

Thomas Tsang disse ainda que a descoberta não significa que HongKong  esteja perante um surto da doençado Legionário, vincando que a infeção depende do nível da bactéria e da forma como cada pessoa reage à doença.

Os primeiros sinais da doença podem incluir febre alta, calafrios e  tosse. 

Com Lusa