Cultura

Fãs chineses criticam versão "castrada" de A Guerra dos Tronos

Este artigo não contém spoilers.

Enquanto fãs de todo o mundo estavam a ver a estreia de A Guerra dos Tronos, os fãs chineses foram confrontados com uma versão censurada transmitida online no país.

A série da HBO é conhecida não só pela história em si, mas pelos conteúdos explícitos e batalhas sangrentas, algo que vai contra a cultura cinematográfica chinesa.

Segundo o The Guardian, o primeiro episódio da última temporada de A Guerra dos Tronos foi transmitido pelo Tencent, o maior e mais utilizado portal de serviços de internet da China. Contudo, apesar de ter sido transmitido em simultâneo com a HBO, os fãs chineses ficaram sem seis minutos de ação.

"Pensei que a versão censurada significava apenas o corte das cenas de sexo", escreveu um fã na rede social Weibo.

"Quando estava a ver, não estava minimamente preocupado com o facto do meu pai estar ao pé de mim. Até as cenas de luta são cortadas, já nem vale a pena ver."

A versão chinesa teve 48 minutos comparada à original de 54 minutos. A HBO está bloqueada na China e os fãs da série tem de recorrer ao Tencent.

"O Tencent está a fazer-nos pagar para ver uma versão 'castrada' de A Guerra dos Tronos", escreveu um internauta no Twitter.

  • Eleições em Espanha: o que dizem as sondagens
    3:46