Cultura

Morreu o músico Florian Schneider, fundador dos Kraftwerk

Já não tocava com a formação de música eletrónica que fundou com Ralf Hutter em 1970.

O músico alemão Florian Schneider, um dos fundadores do grupo Kraftwerk, morreu aos 73 anos, em consequência de um cancro, revelou hoje a imprensa alemã.

Considerado um dos nomes mais importantes e influentes da música eletrónica, os Kraftwerk foram fundados por Florian Schneider e Ralf Hutter, em 1970.

Os dois músicos, que se conheceram ainda estudantes no conservatório de Dusseldorf, na Alemanha, tinham começado a tocar juntos no grupo Organization, ainda antes de formarem os Kraftwerk.

Pioneiros na música eletrónica, e inovadores no uso de sintetizadores e de programações, os Kraftwerk influenciaram dezenas de artistas de outros géneros musicais, do hip hop ao rock.

Florian Schneider, que nasceu em 1947, saiu do grupo em 2008, deixando a marca em álbuns como "Autobahn" (1974), "Man-Machine" (1978) e "Tour de France" (2003).

Da formação inicial dos Kraftwerk faz parte apenas Ralf Hutter.

O grupo esteve várias vezes em Portugal, as mais recentes das quais em 2015, no Coliseu de Lisboa e na Casa da Música, no Porto, e nos festivais Neopop, em Viana do Castelo, em 2017, e CoolJazz, em 2019, em Cascais.